Preço Bitcoin Brasil do dia 31 de dezembro de 2020

Volumes das exchanges de Janeiro a Dezembro de 2020

INTRODUÇÃO

Este relatório apresenta um resumo dos dados de VOLUME de operações de compra e venda de Bitcoin (BTC) coletados das API disponibilizadas pelas exchanges de 01/01/2020 a 31/12/2020. Tem como objetivo apresentar as informações coletadas de forma organizada e visualmente agradável, deixando disponível a informação para a análise dos especialistas.


METODOLOGIA

Todas as informações de volume foram coletadas diretamente das exchanges através de seus respectivos canais de informações (API). Nenhuma informação coletada foi submetida a filtros ou alterações. Consideramos que as informações oferecidas através destes canais são DECLARAÇÕES que não foram auditadas.

As exchanges brasileiras não restringem a negociação de Bitcoin a um determinado horário. Assim, na ausência de uma padronização de um horário de fechamento, optou-se por encerrar o dia de negociação, para fins desse relatório, às 23:59:59 UTC, ou seja, acompanhando o fechamento do dia no horário mundial coordenado. Se a exchange falhou em fornecer a informação no horário 23:59:59 UTC, o script de coleta que produziu os dados deste relatório retrocedeu até 21:59:59 UTC em busca do volume das últimas 24 horas.

Todas as exchanges apresentadas neste relatório fornecem o “volume das últimas 24h” em qualquer momento do dia. Como descrito no parágrafo anterior, o algoritmo pode retroceder em até 2 horas em busca da última informação disponível. Se o script não encontrar a informação, será registrada a sigla NE (Não Encontrado) no lugar do volume em BTC. Os volumes foram arredondados até a terceira casa decimal.

Foram coletadas informações de volume das seguintes exchanges: Alterbank, Acesso Bitcoin, BitBlue, BrasilBitcoin, BitCambio, Biscoint, Binance, bitPreço, Braziliex, Bolsa Cripto, Bitso, Bitnuvem, Bitrecife, BitcoinTrade, BitcoinToYou, BULLGAIN, ComprarBitcoin, Coinext, CryptoMKT, Citcoin, CointradeCX, e-Juno, flowBTC, Foxbit, FTX, MercadoBitcoin, Modiax, NovaDAX, New Cash, Omnitrade, PagCripto, PagCripto OTC, Stonoex, UpCâmbio, Walltime e YouBTrade.


RESULTADOS

As exchanges brasileiras declararam ter movimentado 351.204,65 Bitcoins de 01/01/2020 a 31/12/2020 que, na cotação de 31/12/2020, cujo valor do Bitcoin no Brasil era de R$ 151.903,59, equivale a R$ 53.349.247.159,69. A exchange com maior volume foi a MercadoBitcoin com 75.558,05 Bitcoins negociados, correspondendo a 21,51% do mercado nacional, indicando uma diminuição no market share pois, no ano anterior, esta exchange possuía 31,36% do volume negociado. O dia que registrou a maior movimentação de Bitcoin no período foi 13/03/2020 com 4.267,55 BTC. E o dia com menor movimentação foi 01/01/2020 com 65,67 BTC. No dia 01/01/2020 o valor do Bitcoin era de R$ 29.214,30 e no final do período, no dia 31/12/2020, era de R$ 151.903,59, valorizando 420% em 12 meses. Se um investidor tivesse aplicado R$ 10.000,00 no dia primeiro de janeiro, ele poderia ter vendido a criptomoeda no final do ano e recebido R$ 52.000,00.

Volumes das exchanges mensal em 2020

Janeiro apresentou um volume dentro da média – 27.849 BTC –, considerando que a média mensal de volume de 2020 foi de 29.267 BTC. Houve um previsível decremento do volume mensal no mês de fevereiro porém, em Março, o volume negociado aumentou significativamente. Enquanto as exchanges nacionais, em fevereiro de 2020, movimentaram 22.960 Bitcoins, estas observaram um aumento de 85% nesse volume no mês seguinte, tendo negociado 42.390 BTC em março de 2020.

No período avaliado, maio de 2020 foi o mês de maior movimentação de Bitcoin, totalizando 43.244 BTC. Apesar da tendência de volume crescente de janeiro a maio de 2020, os meses de junho a dezembro apresentaram modesto desempenho, tendo sido movimentado em média 26.045 BTC por mês.

Comparativo de volume mensal de Bitcoin negociado em exchanges que operam no Brasil entre os anos de 2019 e 2020

Comparando o período de 2020 com o de 2019, é possível perceber algumas similaridades. A primeira, é o baixo volume no mês de fevereiro em ambos os anos. Em oposição, o mês de maio apresentou o melhor desempenho com volumes bem acima da média anual. Outra semelhança é o arrefecimento das operações após agosto. No caso de 2019, esta retração se estendeu até dezembro. Já em 2020, até outubro, com recuperação do volume até a média anual em novembro e dezembro.


ARQUIVOS DE APOIO

As informações coletadas foram disponibilizadas em 2 formatos: planilha OpenOffice e CSV. O arquivo no formato OpenOffice contém 4 planilhas. A primeira apresenta uma tabela com os volumes diários de cada exchange, do dia 01/10/2019 a 30/09/2020. Nesta planilha é possível clicar nas datas da primeira coluna para abrir o navegador padrão na página do “PREÇO BITCOIN BRASIL” na hora 23:59:59 UTC deste mesmo dia. Na segunda planilha há um resumo gráfico do volume diário da primeira planilha. Na terceira planilha a informação é apresentada mensalmente. E na quarta planilha há um resumo gráfico do volume mensal da terceira planilha. Se aberto no LibreOffice, sugerimos que o arquivo CSV use o “Conjunto de Caracteres” “Unicode (UTF-8)” e o idioma “Inglês (EUA)”. A utilização das informações destes arquivos, para quaisquer fins, somente está autorizada se houver indicação expressa de que a fonte é o “Cointrader Monitor”, através da ferramenta “PREÇO BITCOIN BRASIL”, além do link “https://cointradermonitor.com/preco-bitcoin-brasil”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>