Volumes das exchanges de Maio de 2022

INTRODUÇÃO

Este relatório apresenta um resumo dos dados de VOLUME de operações de compra e venda de Bitcoin (BTC) coletados das API disponibilizadas pelas exchanges de 1 a 31/05/2022. A metodologia utilizada para produzir o relatório tem como objetivo reunir e apresentar os dados de forma organizada, deixando a informação disponível para a análise dos especialistas.

Foram coletadas informações de volume das seguintes exchanges: Alterbank, B2U Pro, Binance, Biscoint, BitCambio, BitcoinToYou, BitcoinTrade, Bitnuvem, bitPreço, Bitrecife, Bitso, Blocktane, BrasilBitcoin, BrasilBitcoin OTC, BULLGAIN, Citcoin, Coinext, CointradeCX, ComprarBitcoin, CryptoMKT, flowBTC, Foxbit, FTX, Liqi, Makes Exchange, MercadoBitcoin, NovaDAX, Nox Bitcoin, P2PTrading, PagCripto, PagCripto OTC, Stonoex, UpCâmbio, Walltime e YouBTrade.


RESULTADOS

As exchanges brasileiras declararam ter movimentado 33.673,53 Bitcoins de 1 a 31/05/2022, que equivale a aproximadamente R$ 5.274.427.157,07 (5,3 Bi). Há 1 ano, a exchange com maior volume tem sido a Binance, que, neste último mês, negociou 17.451,07 Bitcoins. A Binance foi responsável por 51,82% das negociações de Bitcoins no Brasil durante o mês de maio, tendo alcançado, novamente, a maior participação mensal de uma exchange já registrada pelo Cointrader Monitor. A Binance já havia quebrado o recorde de participação no volume de negociações em março e abril. A bitPreço – exchange nacional – teve a segunda maior participação, tendo negociado 15,52% dos Bitcoins no mês de maio.

No período, o dia que registrou a maior movimentação de Bitcoin foi 12/05/2022 com 3.138,17 BTC negociados, o equivalente a R$ 471.549.758,44. E o dia com menor movimentação foi o dia 29/05/2022, com 338,38 BTC (R$ 47.501.173,57). O volume médio diário do mês de maio de 2022 foi de 1.086,24 BTC.

Volumes da exchanges que operam no Brasil em maio de 2022

Em comparação com o mês de Abril (22.079,97 Bitcoin), o volume negociado de Bitcoins em Maio cresceu 52,51%. De forma semelhante, o volume de Reais necessários para realizar a movimentação dessa quantidade de Bitcoins variou positivamente 20,15%.

Em comparação com Maio do ano anterior, o volume movimentado de BTC recuou 35,98%, pois o volume daquele mês foi de 52.595 Bitcoins. Além disso, o volume de Reais necessários para movimentar a quantidade de Bitcoins em Maio de 2022 foi 57,53% menor do que Maio de 2021.

No dia 01/05/2022 o valor do Bitcoin era de R$ 192.410,86 e, no dia 31/05/2022, era de R$ 151.507,91, desvalorizando 21,26% no período.

Preço Bitcoin Brasil em Maio de 2022

ARQUIVO DE APOIO

As informações coletadas foram disponibilizadas em um arquivo OpenOffice que contém 3 planilhas. A primeira apresenta uma tabela com os volumes diários de cada exchange, do dia 01/05/2022 a 31/05/2022. Nesta planilha é possível clicar nas datas da primeira coluna para abrir o navegador padrão na página do “PREÇO BITCOIN BRASIL” na hora 23:59:59 UTC deste mesmo dia. Na segunda planilha há um resumo gráfico do volume diário da primeira planilha. Na terceira planilha há um gráfico diário do “PREÇO BITCOIN BRASIL”. A utilização das informações destes arquivos, para quaisquer fins, somente está autorizada se houver indicação expressa de que a fonte é o “Cointrader Monitor”, através da ferramenta “PREÇO BITCOIN BRASIL”, além do link “https://cointradermonitor.com/preco-bitcoin-brasil”.

Procura por Bitcoin

As 10 exchanges mais procuradas em Abril de 2022

No mês de Abril de 2022, as exchanges que operam no Brasil declararam ter negociado mais de R$ 4,4 bilhões em Bitcoin. Em um cenário de persistente queda de volume, a criptomoeda encerrou o mês cotada em R$ 188.807,56, tendo desvalorizado 12,48% no período.

As exchanges mais procuradas no Cointrader Monitor em abril de 2022 foram:

PosiçãoEmpresaProcuraMudança
1BitPreço8,85%
2Binance8,09%
3NovaDAX7,40%+1
4B2U Pro5,03%+2
5Liqi4,65%
6MercadoBitcoin4,27%-3
7Foxbit3,89%+2
8BitcoinToYou3,81%+2
9ComprarBitcoin3,74%-1
10Coinext3,59%-3

O site Cointrader Monitor avalia a procura das empresas através da análise estatística do clique dos usuários. Cada clique espontâneo do usuário nos nomes das exchanges é registrado em banco de dados para processamento. A coluna mudança revela quantas posições a exchange ganhou ou perdeu em relação ao mês anterior.

Por fim, ressaltamos que a pesquisa não utiliza todas as páginas do site. Apenas as páginas abaixo coletam os cliques dos usuários:

Volumes das exchanges de Abril de 2022

INTRODUÇÃO

Este relatório apresenta um resumo dos dados de VOLUME de operações de compra e venda de Bitcoin (BTC) coletados das API disponibilizadas pelas exchanges de 1 a 30/04/2022. A metodologia utilizada para produzir o relatório tem como objetivo reunir e apresentar os dados de forma organizada, deixando a informação disponível para a análise dos especialistas.

Foram coletadas informações de volume das seguintes exchanges: Alterbank, B2U Pro, Binance, Biscoint, BitCambio, BitcoinToYou, BitcoinTrade, Bitnuvem, bitPreço, Bitrecife, Bitso, Blocktane, BrasilBitcoin, BrasilBitcoin OTC, BULLGAIN, Citcoin, Coinext, CointradeCX, ComprarBitcoin, CryptoMKT, flowBTC, Foxbit, FTX, Liqi, Makes Exchange, MercadoBitcoin, NovaDAX, Nox Bitcoin, P2PTrading, PagCripto, PagCripto OTC, Stonoex, UpCâmbio, Walltime e YouBTrade.


RESULTADOS

As exchanges brasileiras declararam ter movimentado 22.079,97 Bitcoins de 1 a 30/04/2022, que equivale a aproximadamente R$ 4.389.958.251,65 (4,4 Bi). Há 1 ano, a exchange com maior volume tem sido a Binance, que, neste último mês, negociou 10.973,83 Bitcoins. A Binance foi responsável por 49,70% das negociações de Bitcoins no Brasil durante o mês de abril, tendo alcançado, novamente, a maior participação mensal de uma exchange já registrada pelo Cointrader Monitor. A Binance já havia quebrado o recorde de participação no volume de negociações no mês anterior.

No período, o dia que registrou a maior movimentação de Bitcoin foi 04/04/2022 com 1.228,44 BTC negociados, o equivalente a R$ 265.620.839,42. E o dia com menor movimentação foi o dia 16/04/2022, com 212,93 BTC (R$ 40.872.560,17). O volume médio diário do mês de abril de 2022 foi de 736 BTC.

Volumes da exchanges que operam no Brasil em abril de 2022

Em comparação com o mês de Março (23.181,44 Bitcoin), o volume negociado de Bitcoins em Abril apresentou um leve recuo de 4,75%. De forma semelhante, o volume de Reais necessários para realizar a movimentação dessa quantidade de Bitcoins sofreu retração, tendo variado -9,93%.

Agora, em comparação com Abril do ano anterior, o volume movimentado de BTC recuou 27,07% pois o volume daquele mês foi de 30.276 Bitcoins. Porém, o volume de Reais necessários para movimentar a quantidade de Bitcoins em Abril de 2022 foi 54,78% menor do que Abril de 2021.

No dia 01/04/2022 o valor do Bitcoin era de R$ 215.651,88 e, no dia 30/04/2022, era de R$ 188.807,56, desvalorizando 12,48% no período.

Preço Bitcoin Brasil em Abril de 2022

ARQUIVO DE APOIO

As informações coletadas foram disponibilizadas em um arquivo OpenOffice que contém 3 planilhas. A primeira apresenta uma tabela com os volumes diários de cada exchange, do dia 01/04/2022 a 30/04/2022. Nesta planilha é possível clicar nas datas da primeira coluna para abrir o navegador padrão na página do “PREÇO BITCOIN BRASIL” na hora 23:59:59 UTC deste mesmo dia. Na segunda planilha há um resumo gráfico do volume diário da primeira planilha. Na terceira planilha há um gráfico diário do “PREÇO BITCOIN BRASIL”. A utilização das informações destes arquivos, para quaisquer fins, somente está autorizada se houver indicação expressa de que a fonte é o “Cointrader Monitor”, através da ferramenta “PREÇO BITCOIN BRASIL”, além do link “https://cointradermonitor.com/preco-bitcoin-brasil”.

Procura por Bitcoin

As 10 exchanges mais procuradas em Março de 2022

No mês de Março de 2022, as exchanges que operam no Brasil declararam ter negociado mais de R$ 4,9 bilhões em Bitcoin. Em um cenário de persistente queda de volume, a criptomoeda encerrou o mês cotada em R$ 217.626,32, tendo desvalorizado 4,92% no período.

As exchanges mais procuradas no Cointrader Monitor em março de 2022 foram:

PosiçãoEmpresaProcuraMudança
1BitPreço9,75%+1
2Binance8,58%-1
3MercadoBitcoin6,24%
4NovaDAX5,59%+1
5Brasil Bitcoin4,81%+1
6B2U Pro4,48%+3
7Coinext4,48%
8ComprarBitcoin4,48%+11
9Foxbit3,96%+4
10BitcoinToYou3,77%-6

O site Cointrader Monitor avalia a procura das empresas através da análise estatística do clique dos usuários. Cada clique espontâneo do usuário nos nomes das exchanges é registrado em banco de dados para processamento. A coluna mudança revela quantas posições a exchange ganhou ou perdeu em relação ao mês anterior.

Por fim, ressaltamos que a pesquisa não utiliza todas as páginas do site. Apenas as páginas abaixo coletam os cliques dos usuários:

Volumes das exchanges de Março de 2022

INTRODUÇÃO

Este relatório apresenta um resumo dos dados de VOLUME de operações de compra e venda de Bitcoin (BTC) coletados das API disponibilizadas pelas exchanges de 1 a 31/03/2022. A metodologia utilizada para produzir o relatório tem como objetivo reunir e apresentar os dados de forma organizada, deixando a informação disponível para a análise dos especialistas.

Foram coletadas informações de volume das seguintes exchanges: Alterbank, B2U Pro, Binance, Biscoint, BitCambio, BitcoinToYou, BitcoinTrade, Bitnuvem, bitPreço, Bitrecife, Bitso, Blocktane, BrasilBitcoin, BrasilBitcoin OTC, BULLGAIN, Citcoin, Coinext, CointradeCX, ComprarBitcoin, CryptoMKT, flowBTC, Foxbit, FTX, Makes Exchange, MercadoBitcoin, NovaDAX, Nox Bitcoin, P2PTrading, PagCripto, PagCripto OTC, Stonoex, UpCâmbio, Walltime e YouBTrade.


RESULTADOS

As exchanges brasileiras declararam ter movimentado 23.181,44 Bitcoins de 1 a 31/03/2022, que equivale a aproximadamente R$ 4.873.927.878,31 (4,9 Bi). Há 1 ano, a exchange com maior volume tem sido a Binance, que, neste último mês, negociou 11.254,73 Bitcoins. A Binance foi responsável por 48,55% das negociações de Bitcoins no Brasil durante o mês de março, tendo alcançado a maior participação mensal de uma exchange já registrada pelo Cointrader Monitor.

No período, o dia que registrou a maior movimentação de Bitcoin foi 16/03/2022 com 1.381,13 BTC negociados, o equivalente a R$ 288.768.583,99. E o dia com menor movimentação foi o dia 20/03/2022, com 330,28 BTC (R$ 68.781.830,39). O volume médio diário do mês de março de 2022 foi de 747,79 BTC.

Volumes da exchanges que operam no Brasil em março de 2022

Em comparação com o mês de Fevereiro (18.031,51 Bitcoin), o volume negociado de Bitcoins em Março recuperou o fôlego após ter recuado quatro meses seguidos, aumentando 28,56%. Acompanhando uma pequena desvalorização da criptomoeda frente à moeda fiduciária nacional, o volume de Reais necessários para realizar a movimentação dessa quantidade de Bitcoins também sofreu um aumento equivalente de 27,21%.

Agora, em comparação com Março do ano anterior, o volume movimentado de BTC recuou 15,03% pois o volume naquele mês foi de 27.280,79 Bitcoins. Porém, o volume de Reais necessários para movimentar a quantidade de Bitcoins em Março de 2022 foi 42,81% menor do que Março de 2021.

No dia 01/03/2022 o valor do Bitcoin era de R$ 228.902,21 e, no dia 31/03/2022, era de R$ 217.626,32, desvalorizando 4,92% no período.

Preço Bitcoin Brasil em Março de 2022

ARQUIVO DE APOIO

As informações coletadas foram disponibilizadas em um arquivo OpenOffice que contém 3 planilhas. A primeira apresenta uma tabela com os volumes diários de cada exchange, do dia 01/03/2022 a 31/03/2022. Nesta planilha é possível clicar nas datas da primeira coluna para abrir o navegador padrão na página do “PREÇO BITCOIN BRASIL” na hora 23:59:59 UTC deste mesmo dia. Na segunda planilha há um resumo gráfico do volume diário da primeira planilha. Na terceira planilha há um gráfico diário do “PREÇO BITCOIN BRASIL”. A utilização das informações destes arquivos, para quaisquer fins, somente está autorizada se houver indicação expressa de que a fonte é o “Cointrader Monitor”, através da ferramenta “PREÇO BITCOIN BRASIL”, além do link “https://cointradermonitor.com/preco-bitcoin-brasil”.

Procura por Bitcoin

As 10 exchanges mais procuradas em Fevereiro de 2022

No mês de Fevereiro de 2022, as exchanges que operam no Brasil declararam ter negociado mais de R$ 3,8 bilhões em Bitcoin. Em um cenário de persistente queda de volume, a criptomoeda encerrou o mês cotada em R$ 222.778,92, tendo valorizado 8,45% no período.

As exchanges mais procuradas no Cointrader Monitor em fevereiro de 2022 foram:

PosiçãoEmpresaProcuraMudança
1Binance15,36%
2BitPreço8,66%
3MercadoBitcoin8,01%
4BitcoinToYou7,35%
5NovaDAX5,28%
6Brasil Bitcoin3,65%+2
7Coinext3,38%
8Bullgain3,32%+7
9B2U Pro3,27%-3
10BitCambio3,05%+14

O site Cointrader Monitor avalia a procura das empresas através da análise estatística do clique dos usuários. Cada clique espontâneo do usuário nos nomes das exchanges é registrado em banco de dados para processamento. A coluna mudança revela quantas posições a exchange ganhou ou perdeu em relação ao mês anterior.

Por fim, ressaltamos que a pesquisa não utiliza todas as páginas do site. Apenas as páginas abaixo coletam os cliques dos usuários:

Bitcoin volume coin

Volumes das exchanges de Fevereiro de 2022

INTRODUÇÃO

Este relatório apresenta um resumo dos dados de VOLUME de operações de compra e venda de Bitcoin (BTC) coletados das API disponibilizadas pelas exchanges de 1 a 28/02/2022. A metodologia utilizada para produzir o relatório tem como objetivo reunir e apresentar os dados de forma organizada, deixando a informação disponível para a análise dos especialistas.

Foram coletadas informações de volume das seguintes exchanges: Alterbank, B2U Pro, Binance, Biscoint, BitCambio, BitcoinToYou, BitcoinTrade, Bitnuvem, bitPreço, Bitrecife, Bitso, Blocktane, BrasilBitcoin, BrasilBitcoin OTC, BULLGAIN, Citcoin, Coinext, CointradeCX, ComprarBitcoin, CryptoMKT, flowBTC, Foxbit, FTX, Makes Exchange, MercadoBitcoin, NovaDAX, Nox Bitcoin, P2PTrading, PagCripto, PagCripto OTC, Stonoex, UpCâmbio, Walltime e YouBTrade.


RESULTADOS

As exchanges brasileiras declararam ter movimentado 18.031,51 Bitcoins de 1 a 28/02/2022, que equivale a aproximadamente R$ 3.831.297.078,11 (3,8 Bi). Desde março de 2021, a exchange com maior volume tem sido a Binance, que, neste último mês, negociou 6.880,36 Bitcoins. A Binance foi responsável por 38,16% das negociações de Bitcoins no Brasil durante o mês de fevereiro, aumentando sua participação no mercado em relação ao mês anterior.

No período, o dia que registrou a maior movimentação de Bitcoin foi 24/02/2022 com 1.591,80 BTC negociados, o equivalente a R$ 314.496.254,75. E o dia com menor movimentação foi o dia 19/02/2022, com 237,01 BTC (R$ 49.164.896,74). O volume médio diário do mês de fevereiro de 2022 foi de 658,47 BTC, 2,2% menor que janeiro.

Volumes da exchanges que operam no Brasil em fevereiro de 2022

Em comparação com o mês de Janeiro (20.412,45 Bitcoin), o volume negociado de Bitcoins recuou pelo quarto mês consecutivo, reduzindo 11,66% em relação ao período anterior. Acompanhando a desvalorização da criptomoeda frente à moeda fiduciária nacional, o volume de Reais necessários para realizar a movimentação dessa quantidade de Bitcoins também sofreu uma redução equivalente de 16,07%.

Agora, em comparação com Fevereiro do ano anterior, o volume movimentado de BTC recuou 50,15% pois o volume naquele mês foi de 36.168,66 Bitcoins. De igual forma, o volume de Reais necessários para movimentar a quantidade de Bitcoins em Fevereiro de 2022 foi 58,42% menor do que Fevereiro de 2021.

No dia 01/02/2022 o valor do Bitcoin era de R$ 205.427,97 e, no dia 28/02/2022, era de R$ 222.778,92, valorizando 8,45% no período.

Preço Bitcoin Brasil em Fevereiro de 2022

ARQUIVO DE APOIO

As informações coletadas foram disponibilizadas em um arquivo OpenOffice que contém 3 planilhas. A primeira apresenta uma tabela com os volumes diários de cada exchange, do dia 01/02/2022 a 28/02/2022. Nesta planilha é possível clicar nas datas da primeira coluna para abrir o navegador padrão na página do “PREÇO BITCOIN BRASIL” na hora 23:59:59 UTC deste mesmo dia. Na segunda planilha há um resumo gráfico do volume diário da primeira planilha. Na terceira planilha há um gráfico diário do “PREÇO BITCOIN BRASIL”. A utilização das informações destes arquivos, para quaisquer fins, somente está autorizada se houver indicação expressa de que a fonte é o “Cointrader Monitor”, através da ferramenta “PREÇO BITCOIN BRASIL”, além do link “https://cointradermonitor.com/preco-bitcoin-brasil”.

Procura por Bitcoin

As 10 exchanges mais procuradas em Janeiro de 2022

No mês de Janeiro de 2022, as exchanges que operam no Brasil declararam ter negociado mais de R$ 4,5 bilhões em Bitcoin. Em um cenário de persistente desvalorização, a criptomoeda encerrou o mês cotada em R$ 205.276,72, tendo recuado 23,27% no período.

A Binance se destaca neste mês de janeiro por ter alcançado a maior taxa de procura orgânica já registrada. Desde janeiro de 2021, quando se iniciou o registro de exchanges mais procuradas, nenhuma exchange foi tão requisitada quanto a Binance, alcançando 17,69% dos cliques dos usuários.

As exchanges mais procuradas no Cointrader Monitor em janeiro de 2022 foram:

PosiçãoEmpresaProcuraMudança
1Binance17,69%
2BitPreço9,54%+1
3MercadoBitcoin8,57%-1
4BitcoinToYou6,90%+1
5NovaDAX5,88%-1
6B2U Pro5,23%+16
7Coinext3,57%+9
8Brasil Bitcoin3,43%+15
9Brasil Bitcoin OTC2,64%Nova
10FTX2,55%+2

O site Cointrader Monitor avalia a procura das empresas através da análise estatística do clique dos usuários. Cada clique espontâneo do usuário nos nomes das exchanges é registrado em banco de dados para processamento. A coluna mudança revela quantas posições a exchange ganhou ou perdeu em relação ao mês anterior.

Por fim, ressaltamos que a pesquisa não utiliza todas as páginas do site. Apenas as páginas abaixo coletam os cliques dos usuários:

Bitcoin volume coin

Volumes das exchanges de Janeiro de 2022

INTRODUÇÃO

Este relatório apresenta um resumo dos dados de VOLUME de operações de compra e venda de Bitcoin (BTC) coletados das API disponibilizadas pelas exchanges de 1 a 31/01/2022. A metodologia utilizada para produzir o relatório tem como objetivo reunir e apresentar os dados de forma organizada, deixando a informação disponível para a análise dos especialistas.

Foram coletadas informações de volume das seguintes exchanges: Alterbank, B2U Pro, Binance, Biscoint, BitCambio, BitcoinToYou, BitcoinTrade, Bitnuvem, bitPreço, Bitrecife, Bitso, Blocktane, BrasilBitcoin, BULLGAIN, Citcoin, Coinext, CointradeCX, ComprarBitcoin, CryptoMKT, flowBTC, Foxbit, FTX, Makes Exchange, MercadoBitcoin, NovaDAX, Nox Bitcoin, P2PTrading, PagCripto, PagCripto OTC, Stonoex, UpCâmbio, Walltime e YouBTrade.


RESULTADOS

As exchanges brasileiras declararam ter movimentado 20.412,45 Bitcoins de 1 a 31/01/2022, que equivale a aproximadamente R$ 4.565.112.111,80 (4,5 Bi). Desde março de 2021, a exchange com maior volume tem sido a Binance, que, neste último mês, negociou 6.699,38 Bitcoins. A Binance foi responsável por 32,8% das negociações de Bitcoins no Brasil durante o mês de janeiro, aumentando sua participação no mercado em relação ao mês anterior.

No período, o dia que registrou a maior movimentação de Bitcoin foi 21/01/2022 com 1.382,27 BTC negociados, o equivalente a R$ 278.199.783,77. E o dia com menor movimentação não foi o primeiro dia do ano – Dia Mundial da Paz, 1º de janeiro – e sim o dia 16/01/2022, com 226,80 BTC (R$ 54.344.459,74). O volume médio diário do mês de janeiro de 2022 foi de 658,47 BTC.

Volumes da exchanges que operam no Brasil em janeiro de 2022

Em comparação com o mês de Dezembro (24.407,42 Bitcoin), o volume negociado de Bitcoins recuou pelo terceiro mês consecutivo, reduzindo 16,37% em relação ao período anterior. Acompanhando a desvalorização da criptomoeda frente à moeda fiduciária nacional, o volume de Reais necessários para realizar a movimentação dessa quantidade de Bitcoins sofreu uma grande redução de 33,54%.

Agora, em comparação com Janeiro do ano anterior, o volume movimentado de BTC recuou 58,53% pois o volume naquele mês foi de 49.216,55 Bitcoins. De igual forma, o volume de Reais necessários para movimentar a quantidade de Bitcoins em Janeiro de 2022 foi 51,34% menor do que Janeiro de 2021.

No dia 01/01/2022 o valor do Bitcoin era de R$ 267.542,32 e, no dia 31/01/2022, era de R$ 205.276,72, tendo desvalorizado 23,27% no período.

Preço Bitcoin Brasil em Janeiro de 2022

ARQUIVO DE APOIO

As informações coletadas foram disponibilizadas em um arquivo OpenOffice que contém 3 planilhas. A primeira apresenta uma tabela com os volumes diários de cada exchange, do dia 01/01/2022 a 31/01/2022. Nesta planilha é possível clicar nas datas da primeira coluna para abrir o navegador padrão na página do “PREÇO BITCOIN BRASIL” na hora 23:59:59 UTC deste mesmo dia. Na segunda planilha há um resumo gráfico do volume diário da primeira planilha. Na terceira planilha há um gráfico diário do “PREÇO BITCOIN BRASIL”. A utilização das informações destes arquivos, para quaisquer fins, somente está autorizada se houver indicação expressa de que a fonte é o “Cointrader Monitor”, através da ferramenta “PREÇO BITCOIN BRASIL”, além do link “https://cointradermonitor.com/preco-bitcoin-brasil”.

Procura por Bitcoin

As 10 exchanges mais procuradas em 2021

No ano de 2021, as exchanges que operam no Brasil declararam ter negociado mais de R$103 bilhões em Bitcoin. Em um cenário de vigorosa movimentação de recursos, a criptomoeda encerrou o ano cotada em R$ 260.894,18, tendo valorizado 69,99% em 1 ano.

As exchanges mais procuradas no Cointrader Monitor em 2021 foram:

PosiçãoEmpresaProcuraMudança
1NovaDAX10,53%+1
2BitPreço10,41%-1
3Binance10,19%+6
4MercadoBitcoin7,91%
5Alter7,70%+6
6BitcoinTrade7,60%-3
7BitcoinToYou5,15%-2
8Coinext3,66%-1
9Biscoint3,20%+11
10Foxbit3,16%-2

O site Cointrader Monitor avalia a procura das empresas através da análise estatística do clique dos usuários. Cada clique espontâneo do usuário nos nomes das exchanges é registrado em banco de dados para processamento. A coluna mudança revela quantas posições a exchange ganhou ou perdeu em relação ao mês anterior.

Por fim, ressaltamos que a pesquisa não utiliza todas as páginas do site. Apenas as páginas abaixo coletam os cliques dos usuários: